Cachorro ou bebê?

Coisas que podem ser ditas pra/de um nenê e/ou um cachorro:

– olha, ele babou no meu celular todo!
– devolva o controle remoto!
– você viu minha chave do carro? Acho que ele escondeu de novo.
– pare de roer os móveis!
– sai da frente da tv…
– nossa, não dormi nada, ele chorou a noite toda.
– você dizia que ele não ia dormir na nossa cama, e agora olha só: 90% da cama é dele.
– esse olhar! Só falta falar!
– cara, como pode esse cocô feder tanto?
– você acha que eles não entendem nada, mas entendem tudo!
– não faça xixi aí!
– ah, isso é coceira no dente.
– vai lá fora fazer isso!
– para de espalhar comida por tudo!
– beba água! Por que você não bebe mais água?
– chocolate você não pode!
– já pra caminha!
– não adianta reclamar, vai tomar banho sim.
– desce da mesa de centro!

Quê mais?

Banheiro e filhos

maozinha

Deveria existir o EMATU, Estatuto da Mãe e Tutor, que nem tem o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

No EMATU ia ter um artigo que diz algo assim: Toda mamãe ou tutor tem o direito de ir ao banheiro fazer suas humildes necessidades sem uma ou mais crianças na porta berrando o seu nome e forçando o trinco.

Não haveria de ser o primeiro artigo, porque têm coisas muito mais importantes, mas precisa estar nesse estatuto.

Precisa, gente.

Claro, não ia adiantar de nada, eles continuariam fazendo exatamente isso, mas pelo menos a gente ia reclamar e se irritar com embasamento jurídico.