O que falta num pai para conseguir cuidar de um filho?

img_0020-1
parece que não falta nada

No fim de semana passado eu viajei. Fiquei fora de 6ª feira bem cedinho até domingo no meio da tarde. E quem eu deixei em casa? Meu filho de 1 ano e 2 meses e o meu marido. E esse marido (não) por acaso é o pai desse filho.

E no processo de organizar a viagem, preparativos para mim mesma e para quem iria ficar, comecei a notar uma tendência que para mim foi inesperada: mais do que querer saber onde eu ia, o que eu ia fazer, as pessoas queriam saber quem ia ficar com o meu filho.

Me entristece um pouco dizer que 90% das pessoas, homens e mulheres, de todas as idades, ficaram impressionadas e/ou confusas ao saber que quem ia cuidar do nenê era o próprio pai.

“Mas ele consegue?!” ,”Como? ninguém vai ajudar ele?!”, “você tem coragem?!”.

As respostas para as perguntas são: com certeza absoluta, a princípio não, com certeza absoluta.

Não preciso nem entrar na questão de que se fosse o meu marido viajando, o contrário não ia acontecer. O filho é responsabilidade exclusiva da mãe, correto? Aham, vai nessa.

Pra mim a mensagem que fica, depois de concluir pela centésima vez que eu fiz uma boa escolha em questão de pai de filho, é que não só as mulheres precisam parar de pensar em homens como “fadados ao sucesso” no campo profissional, mas também precisam parar de pensar neles como “incompetentes ou coitadinhos” no campo doméstico/familiar.

O que falta num pai para conseguir cuidar do filho? Gente, não deveria faltar nada. Não falta NADA. Homens são tão capazes de afeto, amor, cuidado, dedicação quanto são as mulheres. São sim. Basta eles quererem e basta as mulheres darem espaço.

Não dá pra negar que muitos homens escapam dessa e se recusam, muitos se fazem de galinha morta pra andar de Kombi – sobre esses, tenho a dizer apenas: sinto muito, você está cometendo um grande vacilo. Adeus para esses homens, não quero falar deles.

Mas se formos falar do papel que a mãe tem nisso, acho que às vezes pode faltar confiança no pai, ou ter excesso de peninha.

Então, o que eu quero dizer depois desse episódio é o seguinte:

  • Homens: batam no peito e assumam integralmente o papel de pai de vocês. Vocês conseguem cuidar sozinhos de seus filhos, vocês podem, vai ser bom, vai ser demais! Se no começo bater uma insegurança, peça ajuda. Você vai ver que logo tira de letra.
  • Mulheres: sejam parceiras nesse processo, façam o pai entrar na rotina da criança, entendam que cuidar da criança de um jeito diferente do seu não é cuidar mal ou errado. Não deem mole: o pai consegue sim. Acredite no pai do seu filho.

Ah, e eu fui para um Retiro Espiritual. Foi DE-MAIS! ❤

– texto por Ana Victória

Página no Facebook: Não gostou? Faz o seu. 

Um comentário em “O que falta num pai para conseguir cuidar de um filho?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s