Não poste mais uma foto

Eu não quero ver a sua selfie, o que você comeu, onde você foi.

Eu quero também saber a sua opinião, quero saber o que te passa pela cabeça.

Quero saber o que você estava pensando quando tirou a selfie, sua opinião sobre o que comeu e o que aprendeu quando foi onde foi.

Estamos numa época de imagens, fotos, vídeos. Os textos que vemos nas mídias sociais são geralmente compartilhamentos ou apenas um comentário sobre uma imagem que vem a seguir.

O resto é só imagem mesmo. Jogue lá uma frase de efeito, uma hashtag, ou duas, ou quarenta mil e pronto.

Apesar de eu concordar muito com o ditado de que “Uma imagem vale mais do que mil palavras”, muitas vezes amar mesmo ver uma foto que um amigo publicou, tenho sentido falta das palavras. Palavras próprias, escritas de próprio punho (ou próprio teclado).

É bem interessante pra mim considerar que pra muitos não é intimidador postar uma foto na academia, ou tomando banho de Sol, ou sei lá. Mas, botar no papel um pensamento que tem te fritado os miolos é meio desconfortável e meio sem sentido. Fácil concluir que eu penso assim se for fazer uma média de meus “Textos postados vs. Fotos postadas”.

Penso mil vezes antes de postar uma foto, já texto, escrevo antes de pensar direito – o que também é fácil concluir, né?

E todo mundo tem algo pra dizer. Se não quer opinar sobre alguma coisa do cotidiano, pode contar mais sobre o trabalho que executa, sobre alguma experiência marcante que viveu, sobre uma história bonita ou incrível que a mãe ou a vó sempre contavam. Tem tanta coisa.

neruda

 

Então o que eu queria fazer aqui é iniciar uma campanha – que não vai ter alcance nenhum e logo vai pro limbo – que é: escreva mais!

Não é uma campanha contra as fotos, continuem as fotos e vídeos! Mas sim uma campanha pró-textos, pró-opiniões, pró-pensamentos compartilhados. Se não der pra postar, mostre pros amigos, mostre pra alguém…mostre pra mim! Eu quero ler o que você escreve! Quero conversar com você sobre o que você escreveu. Quero escrever a respeito da conversa que eu tive contigo sobre o que você escreveu.

Se mais nada acontecer com você durante o tempo que você se propôs a escrever mais, eu prometo que uma coisa vai: você vai virar uma pessoa mais observadora e que reflete mais. Porque pra escrever a gente primeiro precisa pensar no que vai escrever e logo passamos a ver mais o mundo a nossa volta e pensar sobre o que queremos colocar no papel.

E se mesmo assim você não estiver convencido, tenho mais uma coisa pra tentar te convencer: a grande chance é de pouca gente dar bola pro seu texto. Por isso que existe sex tape e elas bombam, agora…tente escrever sobre ter feito sexo com alguém famoso. Pffff.

quino

texto por Ana Victória Foganholi

página no Facebook: Não gostou? Faz o seu.

6 comentários em “Não poste mais uma foto

  1. Concordo contigo. Ótimo texto.
    Por falar em textos, fiz um para minha mãe. Chega de cartões com escritas prontas.
    Quando parte da gente, acho que fica emocionante.
    Abraços.

    Curtir

  2. ana, querida
    escrever requer confronto com o que somos e sentimos e isso é muito profundo para essa geração que quer tudo volátil, raso, muito e que convença de que se é feliz e bem sucedido.
    mas continue escrevendo daí que continuo lendo (e apreciando muito!) de cá

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s