Quem é que cuida da mãe no trabalho de parto e depois dele?

doula

Existe uma profissional que hoje em dia não é oficial nas salas de parto de Curitiba e está nas nossas mãos mostrar aos políticos que nossa vontade e de ter assegurado o nosso direito de termos uma doula ao nosso lado.

Conversando sobre gravidez e parto com um amigo semana passada, comentamos da situação um pouco cômica de que quando na sala de parto, assim que o nenê nasce, todas as atenções se voltam pra ele e a mãe fica lá sozinha.

Meu amigo inclusive contou que os profissionais que estavam na sala de parto disseram pra ele “a gente combinou faz anos que vai dar um carro 0km pro primeiro pai que, quando o nenê nascer, ao invés de ir com o nenê, fique com a mãe. Nunca vimos isso acontecer e acho que nem veremos”.

Provavelmente não vão ver mesmo. Até porque se o pai tentar ficar com a mãe, acho quem dará um corridão no pai e mandar ele ir junto com o nenê é a própria mãe. Não tem carro 0km que convença do contrário.

A realidade é que as mães em geral ficam sozinhas de verdade na sala de recuperação depois que o nenê nasce. Eu digo “em geral”, porque existem mães (tipo eu) que não ficaram sozinhas na sala de recuperação, imaginando o que está acontecendo com o nenê, imaginando se está tudo bem consigo mesmas, sozinhas, olhando pro teto, assustadas e desinformadas.

Eu tive um anjo, uma anja melhor dizendo, que ficou ao meu lado durante o trabalho de parto e depois que o foco saiu totalmente de mim e se deslocou pro meu filho. Essa anja, que se chama Simone Tessari, também atende pelo nome de “doula”.

Na estrutura formada para atender uma mulher em trabalho de parto, todo mundo tem uma função, e nenhuma delas oficialmente envolve olhar de verdade pra mãe, dizer que está tudo bem, explicar pra ela o que está acontecendo, dar força, garantir que os planos dela pro parto serão cumpridos, massagear nossas costas durante a contração ou simplesmente segurar nossa mão. Bom, não tinha, agora pode ter pra todo mundo que precisar: a doula.

E pra esses anjos serem oficiais no quadro de profissionais que integram a equipe em uma sala de parto, é bem simples: manifeste-se a favor assinando essa petição https://www.change.org/p/senhores-vereadores-de-curitiba-apoio-ao-projeto-de-lei-das-doulas-em-curitiba

Declare-se a favor de qualquer maneira que você puder.E se você não é de Curitiba, inicie o movimento na sua cidade.

Informe-se sobre como a presença de uma doula melhora o andamento do parto, sobre como mulheres que tiveram doulas ao seu lado se sentiram mais seguras e amparadas durante esse momento tão delicado e depois dele. Chega de mães se sentindo abandonadas emocionalmente durante o trabalho de parto e quase literalmente depois dele.

Empodere as mães e assim, empodere o mundo inteiro.

***

créditos da imagem: http://alaya77.blogspot.com.br/p/o-que-e-doula.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s