não ganhou beijo da mãe

Quero fazer uma reclamação literária.

Comecei a ler um livro de contos “Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século” (passado, evidentemente).

E olha, esse Italo Moriconi, que selecionou os tais contos, acho que é um homem ruim.

Eu já estou na página 100 da porcaria do livro, já li 12 contos e é uma desgraça atrás da outra.

Pra não acharem que eu tô implicando:

Conto 1: termina com uma escrava abortando
Conto 2: uma pessoa deformada é desmascarada
Conto 3: esse é tranquilo
Conto 4: um sádico que judiava da noiva
Conto 5: uma mulher deformada e fedida que tinha um filho que a rejeitava
Conto 6: um tranquilo, engraçado.
Conto 7: um cara cuida de acabar com a vida do melhor amigo aos poucos
Conto 8: o pai morre quando vai buscar o vestido de noiva da filha
Conto 9: uma menina escravinha passa a vida sendo judiada
Conto 10: uma galinha fica cega e sofre muito, até que morre.
Conto 11: o menino sonhava passear no carro da funerária, mas quem morre é ele.
Conto 12: o cara quer sacrificar a cachorra doente, atira nela, mas ela foge e dá muito trabalho até finalmente morrer.

Eu sento toda feliz com o meu livrinho e meu café quando o Enrico tá dormindo, pra ler e relaxar um pouco. Mas acho que o Sr. Italo não quer isso, não…ele me quer agoniada e abalada em 3 páginas.

Que que eu te fiz, que o mundo te fez, Sr. Italo? É porque não acentuaram seu nome? Misericórdia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s